Clean Blog - Sample Post

Canábis deverá ser legalizada na Irelanda para uso medicinal

Aqueles que apoiam a legalização naquele país, afirmam que existirà uma melhoria das condições de vida e de saúde de vários pacientes de várias doenças, principalmente as crónicas.

Publicado por CCP a 2 de Dezembro, 2016

Os legisladores irlandeses conseguiram aprovar um projeto de lei, que tornará a Canábis legal para fins médicos, após o governo constatar que não seria oposição a um projeto dessa índole. O projeto de lei procura legalizar e regulamentar a Canábis e seus produtos, para aqueles que atualmente sofrem de diversas patologias sérias, tais como o Cancro, Esclerose Múltipla e Fibromialgia, bem como para as pessoas que vivem com dor crónica.

Um dos promotores e patrocinadores desta reviravolta legal, é o partido “Pessoas antes dos Lucros”, com participação na Câmara dos Deputados, onde Gino Kenny, disse que, quando terminado, dotará os médicos de poder decidir se de facto os seus pacientes beneficiariam com a Canábis, informou a RTÉ. O projeto de lei foi aprovado desta forma na Câmara Baixa da Irlanda sem recurso a votação.

Mudanças ocorrem um pouco por todo o mundo no que toca a este tema

Isto acontece quando uma série de mudanças ocorre um pouco por todo o mundo, resultado de posições afirmadas por politicos no que toca ao uso medicinal da Canábis. Uma escola no distrito de New Jersey, na América, autorizou ainda que a Canábis poderá ser administrada aos alunos dentro do recinto escolar por parte de um parente ou tutor. Na Inglaterra, uma indústria da Canábis Medicinal nos bastidores já se iniciou, de acordo com um documentário da Viceland. Os Cultivadores atualmente direcionam dezenas de milhares de euros de Canábis para pessoas que atualmente encontram-se doentes, correndo risco de prisão por este simples ato de solidariedade.

A Canábis é uma droga que enquadra-se atualmente na Classe B das drogas no Reino Unido. A posse é punida por cinco anos de prisão, enquanto que os que forem detidos agindo como fornecedores, podem receber uma pena de 14 anos de prisão.

O Projeto de Lei Irlandês irá agora passar pela fase da Câmara de Deputados, onde o Ministro da Saúde Simon Harris disse que seria aconselhado pelos reguladores, tanto pelo valor clínico mas também científico da Canábis como medicamento.

Mudanças terão que ser feitas de forma a que este projeto de lei não contemple a acidental utilização da Canábis como droga recreativa, visto que este não é um dos objetivos figurados pelo projeto de lei.

Fonte : Independent.Co.Uk.